• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Militância da UJR realiza trilhas em Pernambuco

Na primeira semana de maio a militância da União da Juventude Rebelião em Pernambuco realizou trilhas como parte da campanha nacional da UJR que realizou atividades semelhantes em todo Brasil. Com o lema de José Martí “subir montanhas irmana os homens”, a militância foi a caminhadas em meio a natureza para reforçar a coesão e também incentivar a realização de exercícios físicos entre a juventude.

Cassiano Bezerra e Jesse Lisboa | Recife – PE


JUVENTUDE – Na Região Metropolitana do Recife, a trilha foi realizada na Mata de Brennand. A mata fica localizada em uma área de mata atlântica preservada que faz parte da reserva privada da família Brennand, uma família que veio para Pernambuco ainda no século XIX e se instalou no bairro da Várzea em Recife e fez parte do processo de industrialização na cidade com uma metalúrgica e uma fábrica de cerâmica.

O grupo percorreu cerca de 9km em uma trilha que passou pela estrada de acesso ao museu de cerâmicas, mas também passou a maior parte pela mata fechada que fica ao redor. Foram cerca de 4,5km de mata fechada, com caminhos obstruídos e muita ajuda entre camaradas para passar pelos percalços do caminho como troncos, descidas, subidas e lamaçais. O principal ponto da trilha foi a chegada a uma cachoeira em meio a mata onde foi possível tomar banho e se refrescar, uma recompensa depois do esforço coletivo. 

Em Caruaru, a militância realizou uma trilha na Serra dos Cavalos, um parque de preservação natural criado em 1983 preservando a fauna e flora do local que fica localizado no agreste pernambucano. O grupo percorreu cerca de 7km na trilha da Velha Joana que passou pelo bioma preservado do brejo de altitude que reúne características da caatinga e de floresta úmida de mata atlântica no interior do estado.

“Saímos de lá muito animados e planejamos voltar para realizar um roteiro maior. Ter feito essa atividade nos ajudou tanto fisicamente como mentalmente, e conseguimos entender melhor a necessidade da prática esportiva em nossas vidas. Como jovens não recebemos incentivos suficientes da sociedade capitalista, pelo contrário, o que encontramos com mais facilidade são bares, drogas, futilidades em vez de incentivo à cultura e ao esporte.” relatou Raiana Rodrigues da UJR em Caruaru.

Em Petrolina, os militantes realizaram uma caminhada na orla que fica no Rio São Francisco, uma das mais importantes bacias brasileiras. Os militantes realizaram um alongamento para se prepararem e caminharam pela orla por 2,5km.

“Caminhar pela orla do Rio São Francisco enquanto alongamos o corpo foi uma experiência revolucionária e de grande importância. O exercício físico não só nos fortaleceu mas também nos conectou com a natureza e nos permitiu apreciar a beleza do rio. Essa atividade não apenas melhorou nossa saúde física e mental como também proporcionou um momento de tranquilidade e comunhão com os nossos camaradas além da importância de cuidar tanto do corpo quanto da mente.” disse Alysson Monteiro da UJR em Petrolina.

As trilhas da UJR estão sendo realizadas nacionalmente como parte de uma orientação da direção nacional. Esse tipo de atividade reforça o espírito coletivo dentro da militância, além de uma prática de lazer. Todas as experiências relatadas pelos companheiros e companheiras foram positivas, reforçando a importância do exercício físico como parte da formação revolucionária.

Como diz a carta da camarada Gabrielle Batista, do Rio de Janeiro: “Cuidar de si é tarefa central dos militantes da UJR porque precisamos estar bem de corpo e mente, para que possamos construir ocupações, lutar por moradia digna, pela vida e segurança das mulheres.”

Hoje em dia, algumas atividades de lazer, como museus, cinemas, até mesmo parques urbanos têm seu acesso dificultado. Seja por questões de onde estão localizados, ou por serem privatizados, impedindo que a maioria do povo trabalhador ocupe esses espaços. Diante disso, a UJR coloca essa questão para debate, a fim de que transformemos a prática do exercício físico e do autocuidado num hábito.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.